marcaminas

 

Programa de Desenvolvimento do Audiovisual Mineiro (Prodam)

O Programa de Desenvolvimento do Audiovisual Mineiro (Prodam), lançado em maio de 2016, tem como objetivo viabilizar políticas públicas por meio de parcerias entre órgãos e entidades da administração pública direta e indireta de Minas Gerais, municípios e União, além de instituições privadas. A plataforma interativa visa, especialmente, o incentivo e fomento ao setor audiovisual, que se apresenta como potencializador do desenvolvimento cultural, econômico e social.

O Prodam anunciou a destinação de R$ 23,5 milhões ao segmento audiovisual mineiro, distribuídos em editais destinados a roteiros, produção e finalização de longas-metragens para cinema e séries para televisão, além do pré-licenciamento de 37 projetos de obras seriadas e não-seriadas de ficção, animação e documentário.

Para estimular todos os ângulos de ação do segmento, o Prodam unifica, no campo do audiovisual, além de instituições privadas, as Secretarias de Estado de Cultura e Turismo e de Educação. Entre as entidades da administração pública indireta, têm assento garantido na mesa de discussões as Fundações de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), Clóvis Salgado e a Rede Minas, as Companhias Energética de Minas Gerais (Cemig) e de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a Rádio Inconfidência, o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha) e a Imprensa Oficial de Minas Gerais.