A maior edição do encontro do programa Minas Recebe até hoje terá início nesta quarta-feira (11/3), em Belo Horizonte, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult). Serão três dias de capacitação e alinhamento técnico para as 115 empresas de turismo habilitadas em 2020. O evento acontece na sede do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas em Minas Gerais (Sebrae-MG), grande apoiador do Minas Recebe.

Como o programa apresentou aumento de 74% no número de habilitações em relação a 2019 - ano em que foram 66 empresas habilitadas, a programação inclui conteúdo específico para as empresas que estão pela primeira vez no Minas Recebe, como alinhamento de conceitos básicos do programa; apresentação da marca Minas e das equipes da Secult e do Sebrae; e oficina de marketing digital.

Número recorde de empresas habilitadas
O recorde de agências e operadoras de turismo habilitadas no Minas Recebe este ano reflete não só o reconhecimento dos benefícios em participar do programa, como também mostra o crescimento do alcance da atuação da Secult em todo o estado. Para a superintendente de Marketing Turístico da Secult, Fernanda Fonseca, o aumento do número de empresas participantes do Minas Recebe apresenta um resultado muito almejado pela pasta: o aumento da capilaridade das políticas públicas de turismo.

“Poucos estados no Brasil têm um programa de regionalização e governança que materializa as políticas públicas em experiências positivas tanto para o mercado quanto para turistas. O crescimento do número de empresas habilitadas é mais do que uma expansão territorial do programa – é um reconhecimento de que as ações pensadas com objetivos de promover Minas Gerais como um destino turístico têm sido eficientes”, ressaltou Fernanda.  

Estratégias e experiências
Durante o evento, para todas as empresas habilitadas haverá painéis sobre temas relevantes para o turismo em Minas Gerais, como “Marketing de Conteúdo & Branding: estratégias para impactar seu negócio”, com palestrantes como Hanna Castor, da Hanna Castor Branding & Strategy, e Tiago Petrock, da Rock Content.

Além disso, a apresentação dos objetivos do Minas Recebe 2020 pela Secult e de novas oportunidades de negócios por meio de experiências, pela Belotur, com a apresentação de Belo Horizonte como destino turístico, entre outras atividades, integram a programação na sede do Sebrae-MG. Uma visita guiada dos representantes dos receptivos e operadoras ao Mercado Novo, no centro da capital mineira, também está incluída.

O encerramento do encontro, na sexta-feira (13/3), será marcado pela Cerimônia de Habilitação do Minas Recebe 2020, que contará com representantes da Secult, do Sebrae e da Belotur para a entrega de certificados às empresas participantes, e pela visita ao Salão Mineiro da Associação Brasileira de Agências de Viagens, no centro de Belo Horizonte.

                                

Minas Recebe
O programa oferece às empresas habilitadas diversas ações de apoio à comercialização de destinos nos mercados nacionais e internacionais, além de possibilitar o fortalecimento do grupo por meio da troca de negócios entre as próprias operadoras e receptivos. Qualificação e capacitação dos agentes operadores, participação de reuniões técnicas para fortalecimento do setor, além de viagens de reconhecimento de produtos e destinos, participação em feiras e eventos profissionais são alguns exemplos de benefícios ofertados. Os produtos e contatos dos participantes são divulgados no Portal Minas Gerais, gerenciado pela Secult.

Para se habilitar no Programa Minas Recebe, as agências e operadoras de receptivo devem estar sediadas em Minas Gerais; possuir CNPJ, Cadastur e Inscrição Municipal ativos; emitir nota fiscal ou documento equivalente; operar e comercializar produtos turísticos de Minas Gerais; possuir site, blog ou rede social. O processo de habilitação é aberto no início de cada ano, e os interessados se inscrevem por meio de formullário online no Portal Minas Gerais e envio de documentos comprobatórios à Secult.