Medidas para impulsionar o turismo em Minas Gerais e gerar empregos em destinos estratégicos, além de oportunidades de crédito e financiamento para a área foram alguns dos temas discutidos no Seminário Investe Turismo, nesta quarta-feira (30/10), em Belo Horizonte.  Promovido pelo Ministério do Turismo, Sebrae-MG e pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), o evento reuniu atores públicos e privados envolvidos em projetos de gestão integrada e qualificação de uma rota que contempla, inicialmente, nove cidades em Minas: Belo Horizonte, Brumadinho, Diamantina, Ouro Preto, Mariana, Sabará, Congonhas, João del Rey, Tiradentes.

INVESTE2

 O Investe Turismo é um programa nacional de articulação e fomento do turismo que tem como objetivo estruturar ações que promovam a melhoria dos serviços e atrativos turísticos. Em Minas Gerais, o investimento é de R$ 2,6 milhões. O secretário de Estado de Cultura e Turismo, Marcelo Matte, destacou o turismo como a grande oportunidade de Minas Gerais para ampliar e diversificar sua matriz econômica. “Precisamos apoiar a economia criativa, a gastronomia, a cultura aliada ao turismo. Este é o futuro de Minas e esta é nossa vocação, com a associação de nossos bens materiais e imateriais, roteiros, circuitos e cachoeiras”, disse.

As ações nas rotas selecionadas pelo Investe Turismo são organizadas em quatro linhas: fortalecimento da governança, por meio de agenda estratégica entre o setor público e privado; melhoria dos serviços e atrativos turísticos, com foco nas micro e pequenas empresas; marketing e apoio à comercialização, com campanhas e participação em eventos estratégicos; e atração de investimentos e o apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento.

De acordo com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a atividade turística é a melhor opção para que as atividades nos municípios continuem pujantes e gerando emprego e renda. “O Brasil tem uma potencialidade enorme e, para alcança-la, trabalhamos em várias vertentes, estimulando turismo interno e aumentando a atração de turistas estrangeiros para país”, enfatizou.

O superintendente do Sebrae-MG, Afonso Rocha, reafirmou o compromisso da instituição com as ações do Investe Turismo. “Temos grande capilaridade e tradição em trabalhar no turismo, particularmente em atuar em rotas estratégicas. O investimento do Programa é importante e a equipe do Sebrae já está preparada e em campo, para ajudar no posicionamento de Minas no mercado”, afirmou Rocha.

Durante o evento, Marcelo Matte ainda destacou a promoção e a logística de acesso como os dois grandes eixos de trabalho da Secult com relação ao turismo. “Precisamos melhorar o acesso em todos os modais em Minas Gerais, seja no rodoviário ou aeroviário e na própria infraestrutura. Estamos trabalhando muito e os resultados já começam a aparecer, pois Minas vem registrando aumento no número de voos, no fluxo de turistas e na ocupação hoteleira”, apontou o secretário. Recentemente, o Governo do Estado firmou convênio com a companhia aérea Azul, prevendo 11 novos voos regionais e um voo internacional. Além disso, Matte anunciou a assinatura de mais um contrato, que deverá ocorrer em breve, com uma empresa aérea para reativar o projeto Voe Minas. O acordo, possibilitado por meio da redução tributária do querosene de aviação, irá criar uma malha aeroviária para atender o interior do estado, conectada com o aeroporto de Confins.