Ainda dá tempo de aproveitar a programação da 17ª Semana Nacional de Museus. Os espaços vinculados à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) promovem uma série de ações neste fim de semana e contam com uma programação especial. Com o tema “Museus como núcleos culturais: o futuro das tradições”, a Semana, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), envolve 88 municípios e promove 558 atividades no estado.

Ana Werneck e secretário de Estado de Cultura e Turismo Marcelo Matte

Como parte integrante da programação, o Museu Mineiro, vinculado à Secult, promoveu nessa quarta (15) a abertura do Ciclo de Palestras: Minas das Artes, Histórias Gerais, que dá título à exposição de longa duração do espaço. A atividade, gratuita e aberta ao público, aborda as características da mostra e dialoga com a perspectiva de que o equipamento é um polo irradiador da cultura mineira, auxiliando no desenvolvimento de uma leitura crítica sobre a história da arte no estado. As palestras estão sendo ministradas pelos curadores da exposição: Adalgisa Arantes Campos, René Lommez Gomes, Paulo Schmidt, Ricardo Giannetti e Marcos Hill.

Para Marcelo Matte, secretário de Estado de Cultura e Turismo, a realização do ciclo de palestras em conjunto com a abertura da nova exposição de longa duração demonstra a importância do Museu Mineiro nas discussões contemporâneas sobre o papel desses equipamentos no fomento à cultura. “Os museus podem e devem ser espaços de construção coletiva de saberes e elaboração de conteúdos e não apenas espaços depositórios de acervos. A abertura desta exposição, junto ao ciclo de palestras, consagra os esforços empenhados em transformar e revitalizar a instituição a partir de uma nova configuração do espaço e da expografia”, avalia o secretário.

da esquerda para direita_Michelle Arroyo (presidente do IEPHA), Ana Werneck (superindentende da SUMAV, Marcelo Matte, secretário de Estado de Cultura e Turismo - Crédito_Israel Crispim Jr

De acordo com Ana Werneck, superintendente de Museus e Artes Visuais da Secult, o Museu Mineiro tem papel relevante nas discussões sobre as possibilidades de atuação dos museus como agentes culturais e pontos de reflexão da vida social. “A proposta do ciclo de palestras é estabelecer um diálogo com a população e o nosso público. O Museu Mineiro é o espaço da cultura mineira, a partir dele conseguimos traduzir ao longo dos anos as transformações sociais e políticas. Olhar para nosso acervo com a perspectiva da atualidade favorece a reflexão sobre a cultura de Minas Gerais”, pontua Ana.

Programação

Neste sábado (18), o Museu Mineiro realiza, das 14h às 16h, a “Oficina: Brincadeira Tradicionais: Confecção de Peteca”, oferecendo aos visitantes a oportunidade de construir seu próprio objeto para a prática do esporte. A atividade também acontece no domingo, no mesmo horário. O equipamento cultural, que se mistura com a história da capital, tendo sido a casa do Senado Mineiro, em 1905, ainda abriga a “Oficina: Cápsula do Tempo do Museu Mineiro", que convida o público a escrever mensagens em forma de cartas para serem abertas uma vez por ano. O objetivo da ação é revisitar o passado e acompanhar gradativamente as mudanças própria da passagem do tempo.

Na cidade histórica de Mariana, o Museu Casa Alphonsus de Guimaraens realiza nesta sexta (16) o sarau litero-musical “Cantando Alphonsus”, em homenagem a um dos mais importantes poetas simbolistas do Brasil. A programação acontece às 19h. Em Ouro Preto, o Museu Casa Guignard expõe, até 16 de maio, os trabalhos do grupo de Bordadeiras de Cachoeira do Campo, na mostra "Tradição e Modernidade". A instituição também promove, até esta sexta (17), o curso de bordado “As obras de Guignard", ministrado pelo Grupo Mulheres de Fibra.

A programação completa da 17ª Semana Nacional dos Museus dos museus vinculados à Secult pode ser acessada no link https://bit.ly/2WJfpH6.

Circuito Liberdade

Os equipamentos do Circuito Liberdade também participam da ação. A Casa Fiat de Cultura, por exemplo, promove neste fim de semana o evento “Encontros com o Patrimônio - Museu de arte: diálogos para o futuro” com a visitação guiada à exposição “Silêncios Seletivos”, da artista Luiza Nobel, em cartaz na Piccola Galleria. A visitação é gratuita e acontece nos dias 18 e 19, às 10h30, às 14h e às 16h. Serão disponibilizadas 15 vagas por horário.

O Espaço do Conhecimento UFMG apresenta a relação entre os saberes indígenas e a vida nas sociedades modernas com a exibição de documentários sobre o tema. No dia 19, às 14h, os visitantes poderão conhecer mais sobre a etnia Kayapó e o povo Umitina, com a exibição de “Filhos de Guerreiros” e “O Sonho de Éder”. Os filmes são resultado do trabalho de jornalismo investigativo da Agência Pública.

Já o CCBB traz em sua programação a relação das mulheres e a capoeira com o debate “Múltiplo ancestral - O feminino futuro da capoeira”. O bate-papo acontece no dia 19, às 10h, e vai contar com a participação da primeira mestra de Capoeira Angola de Minas Gerais, Alcione Oliveira.

No Museu MM Gerdau- Museu das Minas e do Metal a dica é a mostra fotográfica “Ornamento: um inventário de grades ornamentais em Belo Horizonte (e outras belezas) – exposição fotográfica”, de Fernanda Goulart. Os interessados têm até este domingo (19) para conhecer o trabalho da fotógrafa.

A programação completa da 17ª Semana Nacional dos Museus no Circuito Liberdade pode ser acessada no link https://bit.ly/2WJB4iB.

SERVIÇO

17ª SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS

Período: 13 a 19 de maio de 2019

Locais: Centro de Arte Popular-Cemig (BH), Museu dos Militares Mineiros (BH), Museu Mineiro (BH), Museu Casa Guignard (Ouro Preto), Museu Casa Alphonsus de Guimarães (Mariana) e Museu Casa Guimarães Rosa (Cordisburgo)

Atividade gratuita