O Flipoços recebeu em São Paulo, no Unibes Cultural, o troféu de vencedor na categoria Cadeia Produtiva do Prêmio IPL - Retratos da Leitura 2018. O Prêmio realizado em sua terceira edição busca reconhecer e valorizar as empresas e institutos da cadeia produtiva, que investem em projetos de incentivo à leitura, promoção de novos leitores e consumidores de livros que são a garantia do futuro do livro e do seu mercado. Assim, o Flipoços – Festival Literário Internacional foi reconhecido pelo extraordinário trabalho realizado em Poços de Caldas, se tornando uma referência nacional, no incentivo a leitura e formação de público.

Divulgação

O prêmio é uma iniciativa da plataforma Pró-livro, em parceria com o Instituto Pró-livro, Câmara Brasileira do Livro, SNEL – Sindicato Nacional dos Editores de Livros e Abrelivros – Associação Brasileira de Editores de Livros Escolares, entidades as mais importantes do mundo editorial e literário do Brasil. A premiação é dividida em quatro categorias: Bibliotecas, Cadeia Produtiva, Mídia e Organizações Sociais Civis. Em cada uma delas foram selecionados dez finalistas dentre os quais, foram reconhecidos três projetos ganhadores. Cada projeto vencedor recebeu o troféu do Prêmio IPL e os finalistas receberam o selo de participação no Prêmio.  

Para a curadora e organizadora do festival, que neste ano realizou a 13ª edição, Gisele Corrêa Ferreira, este é o resultado coletivo de muito empenho em prol do livro e da literatura. "Dedico esse prêmio a toda população de Poços de Caldas e sul de Minas, em especial às inúmeras crianças e jovens que temos formado ao longo desses 13 anos. Poços é referência na literatura no Brasil, isso deve-se também ao trabalho que o Flipoços vem realizando nesses anos. Me sinto feliz em trazer mais esse honroso título para nossa cidade. Agradeço à minha equipe, amigos, patrocinadores, apoiadores e todos que de alguma maneira, nos ajudam a realizar esse evento cultural maravilhoso”, destacou.

Ao todo, 12 projetos de seis diferentes estados, entre eles Minas Gerais, Ceará, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e São Paulo receberam premiações. Para o presidente da Câmara Brasileira do Livro, Luís Antonio Torelli, a Plataforma Pró-Livro, ajuda a mapear estas iniciativas, lançada em 2017. “O Flipoços é uma iniciativa que deu muito certo e um exemplo para outras cidades. Não poderíamos deixar de destacá-lo”, diz Torelli.  A Plataforma Pró-Livro hoje já tem mais de 600 projetos cadastrados e, o intercâmbio entre as entidades com suas iniciativas tem cada vez mais se fortalecido. “Há muito o que fazer, mas precisamos celebrar as conquistas. Certamente os prêmios entregues hoje trarão muito mais prestígio aos vencedores e torcemos para que conquistem o leitor brasileiro”, disse Luis Antonio Torelli, presidente da CBL e do Instituto Pró-livro em seu discurso.

Sobre o Flipoços

O Flipoços é realizado pela GSC Eventos Especiais e em 13 anos já recebeu quase 1 milhão de visitantes e inúmeros autoras nacionais e internacionais.