Celebrar a data é reivindicar e defender políticas públicas, no Brasil e em Minas Gerais, a fim de que a sociedade possa encontrar, na diversidade das dimensões culturais, o rumo certo da construção da cidadania.

Nos últimos quatro anos, Minas Gerais conquistou uma nova Lei Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura, que adota mecanismos de fortalecimento do apoio e de democratização do acesso. Criou o Plano Estadual de Cultura, o Sistema Estadual e o programa Cultura Viva. Elaborou, também com ampla participação, o Plano Estadual das Bibliotecas Públicas, do Livro e da Leitura. Executou projetos fundamentais, como o Música Minas, Residências Musicais, Bandas de Minas e Circula Minas. Lançou os prêmios de Cultura Indígena e de Cultura Urbana e prestigiou a arte do Circo. A gastronomia, a moda e o design tiveram reconhecimento especial. O audiovisual mereceu o primeiro programa específico no Estado, com notáveis resultados e recursos superiores a 60 milhões de reais.

Todos os setores da Secretaria de Estado atuaram intensamente, com resultados positivos e envolvimento de milhares de mineiras e mineiros. Participação ampliada, acesso democratizado, descentralização nas regiões e diálogo com os Municípios assinalaram o desempenho.

Cabe, assim, um agradecimento aos servidores e servidoras que asseguraram, em cada vertente do sistema, o êxito alcançado. Gratidão que se expressa a todas as pessoas e instituições que participaram dos programas do Governo do Estado com vistas à expansão da cultura mineira nas mais variadas frentes.

Cultura é criatividade e participação, afirmação e resistência. É necessidade vital, imprescindível e indispensável à cidadã, ao cidadão e à sociedade democrática, sendo credora constitucional do apoio do poder público. No Dia Nacional da Cultura, renovemos o compromisso, norteado pela nossa Constituição, de somar a ação estatal, coletiva e individual em favor de tudo aquilo que nos traz o conhecimento, a fruição estética, a consciência crítica, a felicidade e a paz.

ANGELO OSWALDO DE ARAÚJO SANTOS

Secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais

Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais